Calero organiza força tarefa para acompanhar a crise da Saúde no Rio

19 de dezembro de 2019

Parlamentar abriu canais de escuta para receber denúncias relacionadas à área e apresentou ofício solicitando medidas ao ministro da Saúde

   Diante do caos instaurado na área da Saúde do Rio de Janeiro, e com o objetivo de tentar amenizar toda esta ineficiência, o mandato do deputado federal Marcelo Calero organiza uma força tarefa para acompanhar a crise. Além de estar com secretários parlamentares nas ruas fiscalizando e recebendo reclamações dos cidadãos, ele também abriu canais de escuta, por e-mail, Facebook e Whatsapp, para receber denúncias relacionadas à área. 


   “É uma verdadeira carnificina o que está acontecendo na área de saúde do nosso Rio. Há pessoas morrendo por conta da ineficiência e da total apatia do desprefeito Crivella. A Saúde é umas principais bases do desenvolvimento de qualquer nação, e não podemos admitir tamanho descaso”, afirma Calero. 


   Nesta quarta-feira (18/12), o parlamentar protocolou ofício ao Ministério da Saúde, solicitando ao ministro Luiz Henrique Mandetta, informações e medidas para ‘contrarrestar o estado de calamidade pública da cidade do Rio de Janeiro’.  Segundo o documento, ‘a complexidade da crise na saúde é sem precedentes nos tempos atuais, tendo-se desdobrado em arrestos em contas municipais, os quais culminaram na decisão última da Prefeitura do Rio de Janeiro de suspender os pagamentos e as movimentações financeiras do município’. 


Gabinete de crise
   Calero também assinou um pedido propondo a criação de um gabinete de crise para acompanhar o caos no sistema de Saúde municipal da capital. A iniciativa da deputada Jandira Feghali (PCdoB) também teve o aval de outros parlamentares como: Benedita da Silva (PT), Alexandre Serfiotis (PSD) e Chico D'Angelo (PDT). No último dia 13, parte do grupo se reuniu com o secretário estadual de saúde, Edmar Santos.

 

Confira a íntegra do ofício:
Ofício nº BS10084: solicitação de medidas para contrarrestar o estado de calamidade pública na cidade do Rio de Janeiro

Logo Marcelo Calero